Provérbios 2:21 “Porque os retos habitarão a terra, e os íntegros permanecerão nela.”

O processo é o seguinte: quando a sabedoria e o conhecimento se tornam o modo de pensar da pessoa, seu gosto adquirido (10), isto toma repugnante para ela a conversa e os interesses dos maus (12-15). Mesmo a aventureira com suas palavras macias (16) imediatamente fica destacada como falsa — como traidora (17) e, precisamente, mulher fatal (18, 19): oferece um “sabor” de vida, e vende a morte.

A sua casa se inclina para a morte. A passagem mais parecida é 7:27, que diz que sua casa é a estrada do Sheol, descendo para as câmaras da morte; isto é, o adultério é fatal. Crawford Toy, em The Book of Proverbs, acha, portanto, que ele deriva de um verbo semelhante com as mesmas consoantes, shahah, “ser vergado”.

Proverbios 2_9

A terra (אָרֶצ arets) era a terra prometida, a terra de Canaã. A palavra não é usada aqui no sentido mais amplo como ocorre em Mateus 5: 5: “Bem-aventurados os mansos; porque herdarão a terra”. E o perfeito permanecerá nele. O latim da vulgata, mitis, é tradução do grego πράος (suave, manso, benévolo). Nas traduções da vulgata latina para os idiomas modernos, prevalecem mansueti, em italiano; mansos, em português e espanhol; doux, em francês; e meek, em inglês.

O pastor Rodolfo Montosa ensina que a Mansidão resulta na herança da terra. A Nova Tradução da Linguagem de Hoje diz que os mansos receberão o que Deus tem prometido. Tudo o que é conquistado pela violência não é conquista, mas usurpação, roubo, fraude, engano, ilusão. Por isso, quem não é manso de coração herda doenças das mais variadas, inimigos dos mais furiosos e pessoas que não suportam estar ao seu lado. Já o manso vai conquistando sem reivindicar nada. Em outras palavras, vai herdando! Conquista amigos, pois a resposta branda desvia o furor (Provérbios 15.1). Anula inimigos, pois a língua branda esmaga os ossos (Provérbios 25.15). Alcança maiores benefícios, pois os mansos receberão a terra por herança e desfrutarão pleno bem-estar (Salmos 37.11 – NVI). Desfruta do melhor de Deus, pois os mansos terão regozijo sobre regozijo no Senhor (Isaías 29.19). 

O verso seguinte 22 traz a antítese: “Mas os ímpios serão cortados da terra”. O castigo dos ímpios é contrastado com as bênçãos prometidas aos justos. Será cortado; יִפָרֵתוּ (yikkarethu), niph. futuro de כָרַת (karath), “cortar ou destruir”. LXX., Ὀλοῦνται; Vulgata, perdentur.

Deixar sua terra era uma das causas ou efeitos da perda da conexão com a divindade. O conceito antigo era que homens e seus deuses estavam conectados ao solo. Habitar a terra poderia ser entendido como desfrutar o favor divino e todas as bençãos da vida.

Novos estudos históricos revelam como os judeus foram proibidos de possuir terra em vários reinos europeus, particularmente na Idade Média. Então, passaram a se ocupar como artesãos, comerciantes entre o Ocidente e Oriente e finalmente como banqueiros.

Anúncios