Mateus 16:21-23 “Desde então começou Jesus a mostrar aos seus discípulos que convinha ir a Jerusalém, e padecer muitas coisas dos anciãos, e dos principais dos sacerdotes, e dos escribas, e ser morto, e ressuscitar ao terceiro dia.
E Pedro, tomando-o de parte, começou a repreendê-lo, dizendo: Senhor, tem compaixão de ti; de modo nenhum te acontecerá isso.
Ele, porém, voltando-se, disse a Pedro: Para trás de mim, Satanás, que me serves de escândalo; porque não compreendes as coisas que são de Deus, mas só as que são dos homens.

Quando Jesus chamou Pedro de Satanás, estava identificando a fonte das falsas suposições de Pedro. Jesus sabia que, em última análise, toda a tentação vem de Satanás, mesmo que transmitida por um amigo íntimo.

O verbo traduzido por cogitar pode também significar no contexto, tomar partido de alguém. Jesus repreende Pedro por resistir aos planos de Deus. O Senhor Jesus estava revelando o Plano de Sua morte e ressurreição. Imagino que os discípulos viram como sinal de fraqueza mas era exatamente o contrário. Era preciso muito bravura para saber de modo antecipado tudo que Lhe ocorreria.

A revelação precisa encontrar os corações abertos e a mente preparada para discernir com sabedoria os próximos eventos. De diferentes formas, os homens resistem ou fogem do Plano de Deus. Não foi assim com a vida do profeta Jonas? O Amor de Deus é que nos atrai com cordas de Paz e Justiça.

Plano de Deus

O apóstolo Paulo orou pelos efésios para que recebessem sabedoria e revelação (Ef. 1:17) a fim de entenderem o plano de Deus para suas vidas. Russell Shedd diz sempre, em suas palestras sobre dons espirituais e ministração de anjos, que o uso dos dons espirituais é condição fundamental para experimentarmos a boa, perfeita e agradável vontade de Deus.

Para Christian A. Schwarz, autor de O Teste dos Dons, o dom da sabedoria é a capacidade especial que Deus concede a alguns membros do corpo de Cristo, que os capacita a transmitir para outras pessoas como os conhecimentos adquiridos podem ser aplicados da melhor forma a determinadas situações críticas que surgem no corpo de Cristo. O dom da revelação, ou conhecimento, é a capacidade especial que Deus concede a alguns membros do corpo de Cristo, que os capacita a receber conhecimento específico para corrigir um processo, indicar soluções ou confirmar propósitos para o bem-estar e crescimento da igreja.

É um grande mico quando não buscamos entender a vontade de Deus para nossa vida. Podemos cometer erros se não atentamos para isso. O apóstolo Tiago diz que é só pedir. Paulo revela que a sabedoria vem através de nossas experiências. O pastor de minha igreja, Joaquim José da Silva Jr., quando fala sobre o derradeiro sinal para saber a vontade de Deus: paz.

“Todo o céu está esperando para ajudar aqueles que descubram a vontade de Deus e a executem.” Robert Ashcroft

Christian A. Schwarz, O Teste dos Dons – Editora Descoberta

 

Anúncios