Em várias regiões do mundo as desigualdade sociais são mais evidentes. Por um lado, o modelo de mercado provoca a concentração de riquezas mais evidente. Uma das razões são os paraísos fiscais no Caribe, Europa e Arábia. Para ali, fluem grandes recursos oriundos de desvios de corrupção e de lucros de tráfico de drogas e armas.

Quanto mais as desigualdades crescem, mais as diferenças étnicas ficam estressadas. Isso ocorre em países em crise na Europa, regiões empobrecidas nos EUA e muitos países subdesenvolvidos compostos por muitas etnias.

O Evangelho de Jesus Cristo, o qual pregamos, pode derrubar todos os muros de separação. O Senhor ensinou a abrir oportunidades entre judeus e samaritanos, entre religiosos e pecadores, entre fariseus e saduceus, entre zelotes e publicanos.

Via de regra, as tensões étnicas no interior dos países são cíclicas. Em parte, por interesse de grupos extremistas sedentos pelo poder. Em outra parte, pelo fluxo de capitais que fogem de locais em conflito e aportam em locais onde terão lucro máximo. A geração X está vivendo essa transição, compartilhando a troca do modelo dos tradicionais para a geração Y nas Empresas e Instituições.

Mix social e de gerações