Shavuot, ou Festa das Semanas ou Pentecostes, era a segunda Convocação do povo de Israel. A contagem das 7 semanas era iniciada no 2° dia da Páscoa com a oferta das colheitas de grãos.
O Brasil, como Nação, precisa entender seu chamado e oportunidade. Já fomos chamados de celeiro do mundo em razão de nossas terras. Não queremos ficar restritos à exportação de commodities. Queremos mais tecnologia e industrialização. Porém, para termos terra e clima favoráveis, precisamos abandonar os ídolos e superstições que permitem o Diabo interferir em nosso equilíbrio ecológico, trazendo sofrimento para nosso povo.
Simbolicamente a festa das Primícias apontava para a dádiva do Espírito Santo a Igreja com os carismas necessários.

Blog Paracleto

Shavuot, ou Festa das Semanas ou Pentecostes, era a segunda Convocação do povo de Israel. Era uma dedicação dos primeiros frutos da colheita dos cereais, especialmente o trigo. A contagem das 7 semanas era iniciada no 2° dia da Páscoa com a oferta dos primeiros molhos de cevada que eram peneirados, preparados com óleos e queimados em oferta ao Senhor Deus. Então, o povo poderia comercializar e utilizar as primícias da colheita de grãos, cevada e trigo.

O livro de Deuteronômio 16:9-12 relata: “Contarás sete semanas, a partir do momento em que meteres a foice em tua seara. Celebrarás então a festa das Semanas em honra do Senhor, teu Deus, apresentando a oferta espontânea de tua mão, a qual medirás segundo as bênçãos com que o Senhor, teu Deus, te cumulou. Alegrar-te-ás em presença do Senhor, teu Deus, com teu filho, tua filha, teu servo e tua serva, o…

Ver o post original 449 mais palavras

Anúncios