A transparência nas contas e políticas das Empresas e Instituições garante o apoio das pessoas aos seus projetos e desafios.

Blog Paracleto

O Pacto Global foi lançado em 2000 pelo então presidente da ONU, Kofi Annan. Seu objetivo era estreitar a relação da organização com o setor privado e motivá-lo a se envolver com as principais causas que ela defende. No final de 2010,6 232 empresas, de cerca de 130 países, faziam parte do pacto. O Brasil tem a quarta  maior rede do mundo, com 373 signatárias. Tais números grandiosos, porém, representavam pouco em matéria de ação. A comunicação das práticas era deficiente. E a única reprimenda que as empresas relapsas em relação ao compromisso com o Pacto Global sofriam era a classificação como “inativas”.

Ver o post original