No fim de três anos, Deus mandou que Elias se apresentasse novamente a Acabe e lhe disse que o seu castigo estava terminando e que mandaria chuva. Mas, antes que isto acontecesse, Elias quis provar ao povo que havia somente um Deus verdadeiro. Falou ao rei que reunisse todos os israelitas no monte Carmelo,
juntamente com os quatrocentos e cinqüenta falsos profetas de Baal (Baal era o nome do falso deus), e os quatrocentos profetas de Asera.
Quando todo o povo estava reunido no monte, Elias disse aos falsos profetas que construíssem um altar a Baal, colocassem a lenha e a carne para o sacrifício e orassem ao seu deus para que enviasse fogo do céu para queimar o sacrifício. Enquanto ele, Elias, faria o mesmo, mas oraria ao Deus do céu. Ele disse:
− Isto provará qual é o verdadeiro Deus.
Assim que os profetas de Baal construíram o seu altar, colocaram a lenha e a carne para o sacrifício sobre ele, e começaram a orar. Mas, nada aconteceu. Elias começou a zombar deles:
− Vosso deus naturalmente está dormindo ou viajando. Deveis orar mais alto, para que ele possa ouvir.
Assim fizeram eles, dançando ao redor do altar e cortando-se com faca até que jorrasse sangue de seus corpos. À tarde, estavam desanimados.

Quatro dias após o violento temporal que atingiu a cidade , o prefeito Eduardo Paes renovou na tarde de terça-feira, 9 de março, o convênio com a Fundação Cacique Cobra Coral, que presta assistência técnico-científica gratuita para o município em questões climáticas. O convênio, mantido com a subsecretaria de Águas (Rio-Águas), havia expirado no dia 28 de fevereiro. A cerimônia de renovação da parceria ocorreu em uma audiência com a médium Adelaide Scritori com Paes na sede da prefeitura, no Centro Administrativo da Cidade Nova.

_ Infelizmente, a Fundação não foi acionada no forte temporal de sábado passado no Rio. O convênio com a prefeitura estava à espera de renovação mas temos um acordo em vigor com o governo do Estado. Mas a Defesa Civil do Estado também não nos alertou – disse Osmar Santos, porta-voz da Fundação Cacique Cobra Coral.

Fortes ventos derrubaram parte da estrutura do palco montado na Apoteose, atingindo inclusive os equipamentos, pouco antes das 19h. A organização do show da banda Guns N’Roses, cancelada devido ao forte temporal que atingiu o Rio no fim da tarde de domingo , vai se reunir nesta segunda-feira para decidir se será marcada uma nova data ou se a apresentação será cancelada definitivamente e o dinheiro do ingresso devolvido ao público. Pela internet, Axl Rose, líder do grupo, lamentou o cancelamento do show devido a um “pequeno tornado”. Segundo ele, a apresentação pode ser remarcada para esta segunda-feira ou uma data futura. Nesta terça, a banda toca em Porto Alegre.

E o convênio?

#paracleto
#Cidade e igreja
G/P
Jair