Vivemos em um tempo de perdas. Perdemos dinheiro, abraços, beijos, negócios, presença de familiares, amigos e o calor humano. O luto é algo que precisamos passar e nada vai mudar isso. Porém, quando somatizando as mudanças bruscas em nossas rotinas, percebemos que podemos adoecer se não conseguirmos nos adaptar.

Essa liberdade controlada nos desequilibra e nos força a uma adaptação para não surtar.

Recentemente assisti uma palestra do Edu Lyra da Gerando Falcões, onde ele fez uma relação das pessoas com as máquinas. Nesta comparação, nossa mente funcionaria como o software e nosso corpo como o hardware. 

Desta forma é fundamental aprendermos a passar o antivírus em nossa mente todos os dias. Esse “vírus” que nos contamina pode chegar através de mentiras contadas diversas vezes que se tornam verdades em nossas cabeças. Mas também podem vir através de pensamentos próprios que nos limitam e nos fazem achar que as coisas realmente boas não nos pertencem. Por isso, cercar-se por pessoas que são ambiciosas (isso daria outro artigo), éticas e empáticas é tão importante quanto se planejar de maneira pessoal.

Um levantamento do Consulta Remédios mostra o país apresentou um aumento de até 113% na procura de medicamentos ansiolíticos e antidepressivos, destinados ao tratamento de insônia, ansiedade e depressão, comparando os seis meses anteriores à pandemia. Claramente a população encontra-se precisando de ajuda para superar uma “crise de saúde mental”.

Então como superar estes desafios que nos cercam? Aqui vai cinco dicas que podem fazer a diferença em sua vida:

  1. Procure se conhecer mais, seja indo a um psicólogo ou conversando sobre você com um amigo. O importante é você se abrir para alguém que possa confiar seus sentimentos.
  2. Passe o antivírus todos os dias. Filtre os pensamentos que não te deixarão seguir em frente.
  3. Faça novas amizades que possam te fazer buscar desafios melhores para sua vida. Quebre as correntes que seguram você.
  4. Crie pequenas rotinas e mude pequenos hábitos por vez.
  5. Por último e não menos importante. Aprenda coisas novas.

Essas dicas foram pensadas porque dependem exclusivamente de você. Não temos controle de quase nada sobre o que acontece em nossas vidas, não controlamos as mentes das pessoas a nossa volta nem mesmo as batidas do nosso coração. Essa é a verdade. Porém, controlamos o horário que acordamos, como reagiremos a um mau entendido ou desavença no trabalho, como criamos uma rotina em nossas vidas e como podemos agir como vencedores em momentos difíceis.

As pessoas mudam por duas razões: trauma ou desconforto. Não demore muito para tomar uma ação e dar o primeiro passo na direção de um futuro próspero para você.

 Deixo um vídeo a todos vocês que me inspira muito a mudar todos os dias.

O futuro começa agora.