Nesta sexta-feira (11/11/16) falarei sobre este tema no culto de oração que se reúne na Petrobras, Edifício Senado. Segue o estudo para sua devocional. Segue o link para imprimir e compartilhar em sua família ou pequeno grupo.

O texto de II Reis 5:8-19 diz:
Sucedeu, porém, que, ouvindo Eliseu, homem de Deus, que o rei de Israel rasgara as suas vestes, mandou dizer ao rei: Por que rasgaste as tuas vestes? Deixa-o vir a mim, e saberá que há profeta em Israel. Veio, pois, Naamã com os seus cavalos, e com o seu carro, e parou à porta da casa de Eliseu. Então Eliseu lhe mandou um mensageiro, dizendo: Vai, e lava-te sete vezes no Jordão, e a tua carne será curada e ficarás purificado. Porém, Naamã muito se indignou, e se foi, dizendo: Eis que eu dizia comigo: Certamente ele sairá, pôr-se-á em pé, invocará o nome do Senhor seu Deus, e passará a sua mão sobre o lugar, e restaurará o leproso. Não são porventura Abana e Farpar, rios de Damasco, melhores do que todas as águas de Israel? Não me poderia eu lavar neles, e ficar purificado? E voltou-se, e se foi com indignação. Então chegaram-se a ele os seus servos, e lhe falaram, e disseram: Meu pai, se o profeta te dissesse alguma grande coisa, porventura não a farias? Quanto mais, dizendo-te ele: Lava-te, e ficarás purificado. Então desceu, e mergulhou no Jordão sete vezes, conforme a palavra do homem de Deus; e a sua carne tornou-se como a carne de um menino, e ficou purificado. Então voltou ao homem de Deus, ele e toda a sua comitiva, e chegando, pôs-se diante dele, e disse: Eis que agora sei que em toda a terra não há Deus senão em Israel; agora, pois, peço-te que aceites uma bênção do teu servo. Porém ele disse: Vive o Senhor, em cuja presença estou, que não a aceitarei. E instou com ele para que a aceitasse, mas ele recusou. E disse Naamã: Se não queres, dê-se a este teu servo uma carga de terra que baste para carregar duas mulas; porque nunca mais oferecerá este teu servo holocausto nem sacrifício a outros deuses, senão ao Senhor. Nisto perdoe o SENHOR a teu servo; quando meu senhor entrar na casa de Rimom para ali adorar, e ele se encostar na minha mão, e eu também tenha de me encurvar na casa de Rimom; quando assim me encurvar na casa de Rimom, nisto perdoe o SENHOR a teu servo. E ele lhe disse: Vai em paz. E foi dele a uma pequena distância.

A frase final do verso 8 do cap. 5 é “Deixa-o vir a mim, e _________________”. O profeta Eliseu percebeu a oportunidade de comunicar os propósitos de Deus a um homem de influência.

Ganhar a confiança de __________________ na cultura oriental é uma estratégia ainda fundamental para o avanço de uma proposta de fé.

Naamã (em hebraico: נַעֲמָן, “agradabilidade”) era um comandante dos exércitos de Ben-Hadade II, no tempo de Jorão, rei de Israel. A Septuaginta traduziu a palavra hebraica tzaarath para o grego lepra (lepra) mas poderia ser psoríase ou outra doença de pele.

Conforme o verso 5, estima-se que Naamã e sua comitiva carregavam 340 quilos de prata e 68 quilos de ouro, o que corresponderia a meio milhão de dólares.

Alguns contrastes entre Israel e Síria são notáveis

  1. O rei da Síria confiava em outro deus, mas liberou seu maior general para as mãos do profeta de Israel com grande tesouro;
  2. A jovem escrava da esposa de Naamã compartilhou sua fé no profeta de Israel. O servo do profeta Eliseu estava disponível para a corrupção de sua fé;
  3. Naamã era um homem de métodos e rituais. Seu encontro com o profeta de Israel seria frustrante porque Eliseu era um homem de princípios e desafios.

Naamã retornou indignado com a falta de reverência do profeta. Porém, seus escravos o convenceram a banhar-se no rio Jordão como o profeta lhe orientou.

os-profetas-de-israel-e-a-conversao-de-naama

O verso 14 destaca: “Então desceu, e mergulhou no Jordão sete vezes, conforme a palavra do __________________; e a sua carne tornou-se como a carne de um menino, e ficou _________”. A Mikvah era a imersão total na água. Ainda é o rito de purificação usado também como rito de conversão no Judaísmo.

A reação seguinte de Naamã levanta uma questão missiológica. A conversão de Naamã foi parcial ou completa?

O cerne do verso 15 diz “…Eis que agora sei que em toda a terra _____________ senão em Israel…”

A resposta poderia se revelar através de seus 3 pedidos:

  1. O general da Síria oferece um prêmio para a atuação do profeta de Israel. Trazer presentes a profetas de Deus não era errado (I Sm 9:7-8; I Re 14:3). Eliseu decidiu evitar o presente como um prêmio. Além disso, Naamã poderia considerar sua dívida com Deus de Israel _____________ paga;
  2. Naamã solicita autorização para levar terra de Israel em 2 mulas. Diante da rejeição dos seus dons, ele pede um presente. Ele poderia construir um altar sobre a nova terra. Era um ato simbólico sobre novos ______________. A adoração completa ocorreria apenas na terra do seu novo Deus;
  3. Naamã pede perdão antecipado pela sua dor e prisão cultural de acompanhar o rei da Síria quando tivesse que se prostrar diante da escultura do deus Rimmon. O profeta apenas diz: “Vai em _______ (shalom)…”

CONCLUSÕES

  1. Israel venceu seus confrontos históricos através da ação de seus profetas com atuação subsidiária de reis e generais;
  2. Deus sempre usou seus servos para comunicar Seu Amor através do Seu Poder, mesmo em contextos adversos;
  3. A expressão de fé individual em contextos idólatras ou de opressão religiosa precisa de devida atenção e avaliação. Naamã poderia santificar um lugar para Deus em meio a uma terra impura pela idolatria;
  4. O confronto de princípios das Escrituras e poderes espirituais causa alteração na história das vidas envolvidas.