Jesus sentenciou conforme escrito no evangelho de Mateus cap. 23: “Ai de vocês, guias cegos!, pois dizem: ‘Se alguém jurar pelo santuário, isto nada significa; mas se alguém jurar pelo ouro do santuário, está obrigado por seu juramento’. Cegos insensatos! Que é mais importante: o ouro ou o santuário que santifica o ouro?

Em nosso campo de visão, em nossa área de atuação, existem pontos cegos. Ou seja, há situações que tenho interesse de não ver. Isso é possível quando você precisa focar em outros assuntos após delegar algumas atividades. Isso não é recomendável para líderes pois os subordinados precisam prestar contas de modo regular sobre suas atividades.

Alguns grupos partidários usam a expressão inocente oportuno para descrever a pessoa que evita envolver-se com questões polêmicas, mantendo-se inerte no seu ambiente de trabalho. De fato, ele pode ser usado por sua liderança em atividades que darão suporte à planos estratégicos.

Em algumas situações, muitas pessoas se lançam em um voo cego. Movidas pela paixão, ambição ou decepção, elas fogem do raio de visão de sua liderança espiritual. Pode haver vantagens financeiras, a proposta do mundo. Tenho visto, porém, que o os efeitos de longo prazo são terríveis para quem abandona a fé em Cristo e nos valores do Reino de Deus.

Hebreus 10: 25 não deixando a nossa congregação, como é costume de alguns; antes, admoestando-nos uns aos outros; e tanto mais quanto vedes que se vai aproximando aquele Dia.26 Porque, se pecarmos voluntariamente, depois de termos recebido o conhecimento da verdade, já não resta mais sacrifício pelos pecados, 27 mas uma certa expectação horrível de juízo e ardor de fogo, que há de devorar os adversário.

Quando o agente deliberadamente evita a consciência quanto à origem ilícita dos bens, assume o risco de produzir o resultado, respondendo pelo delito de lavagem de capitais a título de dolo eventual. a pessoa, deliberadamente, evita a consciência para depois dizer que não sabia de nada. Veja. Pode ser usado na lavagem de capitais, como também no tráfico de drogas. Imaginem esses exemplos de mula transportando drogas. “Ah, eu não sabia. A pessoa entregou a mochila e me mandou levar até Cuiabá, mas eu juro que não sabia o que tinha dentro.” A Teoria da Cegueira Deliberada é uma doutrina criada pela Suprema Corte dos Estados Unidos e também é conhecida no meio jurídico com muitos nomes, tais como “Willful Blindness Doctrine” (Doutrina da cegueira intencional), “Ostrich Instructions” (instruções de avestruz), “Conscious Avoidance Doctrine” (doutrina do ato de ignorância consciente), “Teoria das Instruções da Avestruz”.

Vários estudos mostram que 85% dos empregados em todo o mundo respondem sim à pergunta: “Existem problemas no seu local de trabalho que as pessoas têm medo de encarar?” Isso é uma enorme quantidade de silêncio! Pior, você não pode consertar o que você se recusa a reconhecer. Na verdade, esta grande quantidade de cegueira voluntária pode prejudicar as Organizações em uma variedade de formas:

  • produtividade
  • segurança
  • inovação
  • ética

Vemos isso em nossos locais de trabalho todos os dias. Executivos decidem não examinar seus funcionários porque eles estão passando por um momento difícil e têm medo de que eles vão encontrar, ou eles decidem fazer o exame e os resultados não são positivos. Como resultado, os executivos colocam os inquéritos concluídos em uma gaveta e os escondem na esperança de que ninguém nunca vai saber sobre eles, mesmo que os funcionários já saibam que a cultura é essa.

 

Willful Blindness

Jesus proferiu, relatado por João 9:41 Afirmou-lhes Jesus: “Se vós fôsseis cegos, não seríeis culpados; mas uma vez que alegais: ‘Nós vemos!’, por essa razão, o pecado persiste dentro de vós.

Nos recentes casos de julgamento do mensalão e petrolão, o STF seguiu a doutrina estabelecida pela Suprema Corte dos Estados Unidos, ao aplicar a doutrina da willful blindness no caso “In re Aimster Copyright Litigation”, que firmou o entendimento de que os acusados não podem escapar dos crimes estabelecidos em lei (exemplos: lavagem de dinheiro, tráfico de drogas, violação de direitos autorais) quando deliberadamente criam um escudo de proteção, ou seja, quando as circunstâncias do caso mostram claras evidências de que o acusado poderia ter conhecimento da situação suspeita, mas, mesmo assim, ele age deliberadamente para se manter em estado de desconhecimento.

Anúncios