Em tempos de diminuição do ritmo de concursos para nível superior na Administração Pública, muitos Orgãos rejeitam ou impõe dificuldades para assimilação de tecnólogos. Isso ocorre devido à ação dos Conselhos de classe e sindicatos. Parece um contrasenso pois as Universidades formam milhares de tecnólogos sem a devida resposta de Empresas e Governos.

Blog Paracleto

Neste concurso vigente para a Petrobras, expus a falta de sintonia das Estatais e Orgãos Públicos com o esforço do Governo Federal em acelerar a formação de novos profissionais para o mercado de trabalho.

A boa notícia é que o RH da Petrobras publicou revisão no Edital, incluindo o tecnólogo de informática para o cargo de analista de sistemas junior. Demonstrei que em muitos Departamentos da Companhia, os empregados ficam poucos meses e vão para outra Empresa pois o mercado está muito aquecido.

O próprio CREA realizou concurso admitindo a formação de tenólogos para algumas funções. É necessária uma efetiva mudança de procedimentos e atualização do plano de cargos e salários. Pode ser que os Sindicatos mais atrapalhem do que ajudem nesta hora pois existe muitos interesses corporativos em jogo.

Ver o post original

Anúncios