Em postagem do dia 22 de setembro de 2011, alertei para o isolamento de Israel. A Turquia recebe tratamento especial desde que não reforçe extremistas islâmicos. Muitos historiadores identificam o primeiro-ministro inglês Churchill como o principal responsável pela imunidade que a Turquia recebeu após a derrota na Primeira Grande Guerra.

Recentemente, o Parlamento francês aprovou lei que pune a negação do genocídio armênio durante o Império Otomano, que foi considerada “discriminatória” e “racista”, declarou nesta terça-feira o primeiro-ministro turco, Recep Tayyip Erdogan, denunciando um “massacre da liberdade de pensamento”. A Armênia, principal interessada, agradeceu à França: “É um dia histórico para os armênios no mundo inteiro”, comemorou o presidente Serge Sarkisian em uma carta enviada a Sarkozy.

Anúncios