Recentes estatísticas mostram que a assistência dominical das igrejas anglicanas caíram 20% desde 2000. Uma pesquisa realizada com 37.000 igrejas mostra que a média de assistência nas missas católicas é de 861.000, comparada com a frequência de 852.000 anglicanos.

Como parte das mudanças na Inglaterra no século 21, observa-se crescimento das igrejas pentecostais que ultrapassaram a igreja metodista, terceira maior denominação.

Outro dado alarmante é o número crescente de pessoas que se classificam sem-religião e de imigrantes muçulmanos. Esses motivos podem ter contribuído para a visita do Papa à Inglaterra e a aproximação das grandes denominações.

Em 2007, o primeiro-ministro Tony Blair anunciou sua conversão ao catolicismo após 3 encontros com o Papa.