Uma chuva de rãs pegou os moradores da cidade de Rákóczifalva (100 km ao leste de Budapeste) de surpresa nesta segunda-feira, informou a imprensa local. A Hungria tem sofrido fortes temporais.

“Quando vi que meu guarda-chuva estava cheio de rãs, me assustei muito”, disse um morador da aldeia, citado pelo site na internet Index.hu, enquanto outros relataram que tinham visto “vários” destes animais.
“Não gosto destas criaturas e corri em busca de proteção em uma estação de ônibus. Nunca vi algo semelhante”, assegurou outra testemunha do fenômeno.

Segundo especialistas, quando são formadas nuvens “cumulonimbus”, que provocam tempestades, e ares quentes sobem, animais como rãs, aranhas ou peixes podem ser levados para as nuvens, e posteriormente serem “descarregados” em forma de chuva.

Milhares de rãs cairam sobre Odzaci, 120km à nordeste de Belgrado, num domingo à tarde de junho de 2005. Segundo as testemunhas, as rãs sobreviveram à queda e buscaram poças d’água. O climatologista Slavisa Ignjatovic descreveu o fenômeno como “não muito raro”. “Um vento semelhante a um tornado pode sugar qualquer coisa pequena na água, como peixes, rãs e até aranhas.”

#paracleto
#Revelações da Palavra
G/P
Jair