No domingo, 4 de abril de 2010, ministrarei aula sobre a carta aos colossenses na Escola Bíblica de minha igreja, às 9:00 na IBCA. Seguem as notas de aula:

Colossos distava cerca de 160 km de Éfeso. Outras cidades próximas eram Laodicéia e Hierápolis. Aparentemente, Paulo nunca visitou Colossos (2:1). A igreja surgiu atarvés do ministério de Epafras. Aparentemente reuniam~se na casa de Filemon.
Muito provável, Paulo ter escrito esta carta da prisão em Roma (58 – 60 d.C.) assim como Efésios, Filemon e Filipenses.

As seguintes passagens mostram uma similaridade dos ensinos nas cartas para a igreja de Éfeso e Colossos:

  • Col 1:21,22 — Ef 5:25-27
  • Col 2:18-20 — Ef 4:13-15
  • Col 3:8 – 14 — Ef 4:22-25
  • Col 3:18-4:1 — Ef 5:23 -6:9

Esboço da carta de Paulo aos Colossenses, tomado do trabalho do pr. Eurípedes Faleiros, de Ribeirão Preto (SP), meu colega de mestrado na FTSA:

I. 1:1-2 Saudação e Benção

1:3-14 Oração de gratidão pela nova vida dos colossenses. Petição pela plenitude do conhecimento

III. 1:15-23 Cristo como Mediador na Criação e Redenção. Plenitude do conhecimento

IV. 1:24-2:7 A Missão de Cristo por intermédio de Paulo a favor da Igreja Universal. Ministério pela plenitude do conhecimento

V. 2:8-23 A Heresia em Colosso e seu Antídoto em Cristo e sua obra

VI. 3:1-17 A manifestação da Vida de Ressurreição dos Cristãos

VII. 3:18-4:6 Deveres Familiares, Sociais e Missionários da nova vida em Cristo

VIII. 4:7-18 Saudação e Benção

Em parte alguma da Epístola aos Colossenses Paulo dá uma definição exata da heresia que está combatendo, mas podemos conhecer o ensino que está sendo combatido por uma análise dos argumentos que estão sendo usados pelo apóstolo para combater este ensino. Há ainda alguns trechos onde parece que o apóstolo está fazendo uma citação das doutrinas principais deste grupo de ensinos e isto nos ajuda a provar que Paulo estava lidando aqui com ensinos pre-gnósticos. Estas passagens são:

  • “porque aprouve a Deus que, nele, residisse toda a plenitude da divindade” Cl 1:19
  • “Ninguém se faça árbitro contra vós outros, pretextando humildade e culto dos anjos, baseando-se em visões, enfatuado, sem motivo algum, na sua mente carnal,” Cl 2:18
  • “não manuseies isto, não proves aquilo, não toques aquiloutro,” Cl 2:21
  • “Tais coisas, com efeito, têm aparência de sabedoria, como culto de si mesmo, e de falsa humildade, e de rigor ascético; todavia, não têm valor algum contra a sensualidade.” Cl 2:23

Muitos dos estudiosos não concordam com o fato da heresia tratada em Colossenses ser chamada de gnosticismo, porque ela apresenta características distintivas judaizantes, mas como vimos, durante o primeiro século o gnosticismo ainda era uma doutrina incipiente e não tinha toda a estrutura exposta nos gnosticismo do segundo século, ainda era um conglomerado frouxo de idéias, sem um corpo doutrinário bem definido. Talvez por isso muito das idéias desse gnosticismo do primeiro século tenham se infiltrado tão facilmente na igreja.

O apóstolo Paulo revelava uma rede de cooperadores nas cidades e igrejas estabelecidas. A carta a Filemon, destaca:

  • Epafras, companheiro de prisões – Fil 23
  • Filemon, companheiro de trabalho – Fil 1
  • Arquipo, companheiro de luta – Fil 2

#paracleto

#Revelações da Palavra

G/P

Jair