Um mentor espiritual é aquela pessoa já está na estrada e que ajuda outra pessoa a caminhar. O mentor ajuda o outro a experimentar e se relacionar com Deus. E mais – a viver as conseqüências dessa relação com Ele – o Pai. É um papel auxilar a ser feito com humildade de servo e ter o Espirito Santo como companheiro essencial. É o próprio Deus que deseja esse relacionamento.
O mentor não deve dar uma de quem já sabe o caminho ou para garantir êxito ou, o que é pior, tentar impressionar o mentoreado. Também não pode agir como se nada tivesse a oferecer, pois como diz Paulo:
“Portanto , todas as pessoas, devem nos considerar servos de Cristo encarregados dos mistérios de Deus” I Co 4
O mentor deve esperar e observar que o mentoreado tenha um maior e crescente apego e descobrir a vontade de Deus para sua vida sendo capaz de acolher também o ensino bíblicoda igreja e não só sua própria voz interior. O mentor deve ter uma base sólida de doutrina ( Evangelhos – principalmente o de João, cartas de Paulo aos Romanos e aos Efésios) para orientar o mentoreado pois um comportamento seriamente incompatível com o ensino bíblico e os desejos de Deus só trará perturbações a um relacionamento com o Pai. Paulo ensinou aos Gálatas:
“Irmãos, se alguém for surpreendido em algum pecado, vós que sois espirituais, deveis restaurar essa pessoa com espírito de humildade. Todavia, cuida de ti mesmo, para que não sejas igualmente tentado.” Gálatas 6
No marketing multinivel, seu mentor imediato, teoricamente, deve ser seu patrocinador – ou o líder mais competente de sua upline imediatamente acima de você. Ele deve lhe dar as coordenadas do negócio, do trabalho a ser feito, da postura a ser adotada e, inclusive, deve munir-lhe com informações, treinamentos, cursos e conselhos de outros mentores. Mentores esses que provavelmente já o ajudaram. Essa é a palavra mágica do multinível: “duplicação”. Isso significa que seu mentor/patrocinador deve “duplicar” tudo o que ele já aprendeu e que já pôs em prática. E esse é o grande objetivo desse post: ajudá-lo a evitar tentar inventar tudo por conta própria.

Blog Paracleto

Ao contrário de um mentor, que oferece aconselhamento e permite que seu pupilo desabafe sobre questões como o equilíbrio entre a vida no trabalho e a vida pessoal, um padrinho (“sponsor”) geralmente é alguém que está dois degraus acima na hierarquia corporativa e que defende a promoção de uma determinada pessoa.

As cartas dirigidas à Timóteo, Tito e Filemon fazem parte de um subgrupo importante dentre as cartas do apóstolo Paulo. Elas não são direcionadas às igrejas de uma cidade ou região. Elas são cartas para apóstolos. Estes líderes fariam parte da segunda geração de líderes e Paulo estava investindo tempo e recursos para seu desenvolvimento. Eles deveriam enfrentar o crescimento das heresias e da perseguição do Império Romano. Muitos apóstolos de segunda geração cruzariam a Europa, Ásia e África para manter as igrejas estabelecidas pelos apóstolos. Eles enfrentariam oposição contínua dos bispos das grandes igrejas de Roma e Antioquia…

Ver o post original 1.548 mais palavras

Anúncios