Em Maio de 2000, a LifeWay publicou a história de desenvolvimento da Escola Bíblica de nossa igreja batista do Campo dos Afonsos. Convém acrescentar que a IBCA cresceu, no período de 1997 a 2000, de 860 a 1140 membros. No mesmo período, a Escola Bíblica passou de 336 a 515 alunos matriculados com frequência média de 65%.

EBD1EBD2As igrejas precisam distinguir estes dois componentes na proclamação do evangelho: o testemunho e a pregação. Os crentes precisam ser motivados a testemunhar onde se encontram. Essa é uma lacuna crítica: o espaço entre a casa e a igreja. Quando acontece, o avivamento se torna evidente neste espaço.

Se os crentes não testemunham, não existe avivamento. O testemunho precisa ancorar na Palavra. A Palavra é causa e consequência. Isto é, os crentes necessitarão de mais conhecimento. A igreja deverá fornecer a kerygma através de seus apóstolos, mestres e profetas. A motivação para o testemunho (martyria) será provido pelos evangelistas e pastores.

Muitas igrejas fornecem a palavra kerygma apenas através de seus púlpitos. Isto torna a congregação demasiadamente dependente do pastor, o que muitos estudiosos chamam de crescimento do sacerdotalismo. Algumas igrejas estão retornando com escolas bíblicas não apenas para promover a edificação espiritual, mas à necessidade de prover conhecimento bíblico aos crentes.

Muitas igrejas fornecem a palavra kerygma apenas através de seus púlpitos. Isto torna a congregação demasiadamente dependente do pastor, o que muitos estudiosos chamam de crescimento do sacerdotalismo. Algumas igrejas estão retornando com escolas bíblicas não apenas para promover a edificação espiritual, mas à necessidade de prover conhecimento bíblico aos crentes.

Pesquisas indicam que 90% das igrejas possuem um programa de evangelismo, mas apenas 29% têm um programa de discipulado. Se uma igreja é bem discipulada, então ela será saudável em todas as suas dimensões.

Uma Escola Bíblica com enfoque na Grande Comissão conforme Mateus 28:18-20, produzirá os seguintes efeitos:

  • Ensino pela exortação e pela leitura para a edificação do corpo;
  • Discipulado por ser “aprendiz” e;
  • Treinamento pela “disciplina” junto com “educador” para a evangelização integrativa.

EBD3

Anúncios