Se tudo ficar como está hoje, o petróleo vai durar mais 40 anos. Para chegar a esse resultado, fomos atrás do total de reservas no mundo – 1,2 trilhão de barris segundo a Agência Nacional de Petróleo (ANP). Em seguida, dividimos esse valor pela média de produção – 81 milhões de barris por dia. Nos cálculos, consideramos apenas as reservas provadas, sem levar em conta projetos ainda em avaliação, como a reserva brasileira de Tupi.

Outro fator que pode dar uma sobrevida ao combustível é a melhora das tecnologias de extração. “Nunca imaginamos tirar petróleo em bacias com mais de 7 mil metros de profundidade. Hoje, isso já é possível”, diz o geólogo Chang Kiang, da Unesp. O problema é que a estimativa das reservas é feita pelas grandes Companhias de petróleo, ligadas à Centros de Pesquisa e Avaliação internacionais. Até quando podemos confiar?

PANE SECA
Saiba quando as reservas de óleo de alguns países podem se esgotar

IRAQUE
Estimativa de duração:
158 anos
Produção, em milhões de barris por dia: 1,9
Reservas, em bilhões de barris:115

A invasão americana do país provocou uma baixa na produção de petróleo de 1 milhão de barris por dia – cinco vezes a produção diária da Itália! Só para ter uma idéia, em cada barril cabem 159 litros de petróleo. São, portanto, 159 milhões de litros de petróleo a menos, o que daria pra encher cinco “piscinões de Ramos”.

ARÁBIA SAUDITA
Estimativa de duração:
 67 anos
Produção, em milhões de barris por dia: 10,8
Reservas, em bilhões de barris: 264,3

De longe, a Arábia possui as maiores reservas do mundo. São 264 bilhões de barris, praticamente o dobro do vicelíder, Irã, que possui “apenas” 137 bilhões. Tudo isso porque a placa de solo sobre a qual a Arábia está continuamente colidindo com a placa eurasiana. Esse movimento cria dobras no subsolo, gerando vãos onde o óleo se acumula.

VENEZUELA
Estimativa de duração:
 60 anos
Produção, em milhões de barris por dia: 3,12
Reservas, em bilhões de barris: 209,6

As reservas da Venezuela não param de aumentar apesar de que a PDVSA tem sofrido por empregar preços artificiais para subsidiar a política do ex-ditador Hugo Chavez.

RÚSSIA
Estimativa de duração:
 22 anos
Produção, em milhões de barris por dia: 9,7
Reservas, em bilhões de barris: 79,5

A Rússia é hoje a maior produtora de petróleo cru, porção mais pesada do líquido, de onde são retirados a gasolina e o óleo diesel, por exemplo. Em julho de 2007, a Rússia pediu à ONU que incluísse em seu território 119 km2 do círculo ártico, área disputada por outros sete países que contém em seu subsolo 400 bilhões de barris.

BRASIL
Estimativa de duração:
 18 anos
Produção, em milhões de barris por dia: 1,8
Reservas, em bilhões de barris: 12,2

O campo de Tupi, recém-descoberto na bacia de Santos, vai colocar o Brasil na lista das dez maiores reservas do mundo. Do atual 24º lugar, nosso país vai pular para a oitava ou nona posição. Outro país da América do Sul, a Argentina, tem reservas de apenas 2 bilhões de barris, suficientes para mais oito anos.

EUA
Estimativa de duração:
 7 anos
Produção, em milhões de barris por dia: 6,8
Reservas, em bilhões de barris: 17,1

Os EUA são os maiores devoradores de petróleo do mundo, consumindo em média 20 milhões de barris por dia, 14 milhões a mais do que a China, segunda colocada. Cada americano gasta em média 8 toneladas de petróleo por ano, média que foi triplicada nos últimos 30 anos! Os combustíveis alternativos ainda são raridade por lá.

 

Petróleo acaba em 41 anos

Anúncios