Quero me solidarizar com o colega Ricardo Gama, jornalista que, em seu blog http://www.ricardo-gama.blogspot.com, não se cansa de denunciar falcatruas e incoerências na política do Rio de Janeiro, em especial nos governos de Sergio Cabral e Eduardo Paes.

Não vou me estender muito. Queria apenas dizer o quão absurda é a tentativa de homicídio cometida contra ele, em plena luz do dia, no bairro de Copacabana. A princípio a polícia trabalha com a hipótese de tentativa de execução do jornalista.

Sempre disse que o Rio de Janeiro estava numa situação melhor que países como México, Colômbia ou Rússia, onde jornalistas não podem exercer sua constitucional liberdade de expressão sob o risco de ter sua vida ameaçada. Imaginava que o Rio estava relativamente livre disso.

Diante do ocorrido com Ricardo Gama, devo começar a repensar sobre a suposta segurança que jornalistas ainda podiam gozar no Rio de Janeiro. Estamos mesmo próximos de nos tornar um novo México, um narcoestado altamente corrupto e perigoso para a imprensa e a população.

Também sempre repeti que, no dia em que o Rio de Janeiro, começasse a se parecer com um narcoestado corrupto, teríamos que nos preocupar de verdade. Acredito que está na hora de nos preocuparmos de verdade. Sim, o Rio pode piorar.

Um atentado como esse demonstra que não estamos nos tornando um estado mais seguro, por mais que toda a máquina de propaganda do governo do estado gaste milhões de reais para comprar a imprensa e convencer a população carioca do contrário.

Lamento muito o ocorrido, que me lembra os tempos obscuros de terror de Pablo Escobar na Medellín das décadas de 80 e 90. Ricardo Gama, bola para frente. Não se intimide. Nem você, nem qualquer outro cidadão fluminense. Vamos continuar buscando trabalhar em prol de uma sociedade melhor para os nossos filhos…

Postado por Vitor Abdala