A casa de um diretor de jornal em Morretes (litoral do Paraná) foi alvo de um atentado a bomba na madrugada de 17 de janeiro de 2011. Segundo Orley Antunes, 60, proprietário do jornal “Morretes Notícia” e autor de um blog que trata dos problemas da cidade, a porta de sua casa foi arrombada e uma bomba caseira foi lançada na escada que leva ao segundo andar. “Quem fez isso não fez pra me matar ou derrubar minha casa. O objetivo era me assustar”, diz Antunes.
Vidros, vasos e telhas foram quebrados, mas ninguém se feriu. Em outras duas oportunidades, bombas foram lançadas em frente da casa. “Eu achava que era vandalismo. Agora vi que é intimidação.” (Folha)

Miami (26 de janeiro de 2011).- A Sociedade Interamericana de Imprensa (SIP) condenou o atentado contra o diretor do jornal Morretes Notícia, Orley Antunes, que ocorreu na semana passada no estado do Paraná, no Brasil, e pediu que as autoridades investiguem imediatamente o caso até chegar aos responsáveis.

O atentado, o terceiro contra a casa do jornalista, ocorreu em 17 de janeiro. Pessoas não identificadas arrombaram a porta da frente da casa do jornalista, em Morretes, Paraná, e jogaram uma bomba caseira que quebrou várias vidraças. A explosão não deixou feridos.

A SIP é uma entidade sem fins lucrativos que se dedica a defender e promover a liberdade de imprensa e de expressão nas Américas. É formada por mais de 1.300 publicações do hemisfério ocidental e tem sede em Miami, Estados Unidos. Para obter mais informações, acesse:http://www.sipiapa.org

Anúncios