O jornal mais vendido do país europeu, De Telegraaf, destacou que a equipe de Wesley Sneijder finalmente foi “tratada para a síndrome” do Brasil. “O time holandês está em uma grande corrida diante do samba sul-americano”, estampou o veículo, lembrando que Uruguai, Argentina e Paraguai ainda podem ser futuros adversários na Copa de 2010.
“Canários divinos são eclipsados”, ainda cravou o diário, elogiando bastante Sneijder, que participou do primeiro gol e fez, de cabeça, o segundo nesta sexta, em Port Elizabeth.

Será que o vento forte, característico de Port Elizabeth, influenciou a escolha de Lúcio no início do jogo? Os gols da Holanda podem ter aproveitado essa condição. Os cruzamentos apresentaram curvatura a favor do vento, daí a velocidade alcançada.