Outro dia, recebi uma apresentação em power point sobre o Iraque. A sequência de slides me pareceu defender a invasão americana no Iraque através de suporte bíblico. Porém terminava com uma citação do verso do alcorão. Desconfiado, fui checar e descobri que era mentiroso. Pesquisei na versão do alcorão disponível na internet e descobri que a apresentação provinha dos EUA e algum mal-intencionado a distorceu.

Outro boato que circulou na Internet, diz que a National Geographic Society descobriu o esqueleto de um humano gigante. A brincadeira começou quando um jovem alterou digitalmente uma foto em 2002 e a publicou online, recebendo uma grande quantidade de respostas receptivas, inclusive de pessoas encontrando uma conotação religiosa, não-intencional. O criador da imagem é um canadense, que utiliza o nome IronKite.  A imagem foi feita utilizando uma foto aérea de uma escavação de um mastodonte em Nova York, em 2000. Depois ele sobrepôs um esqueleto humano sobre os restos do animal. Mais tarde ele colocou um homem cavando, que foi o maior desafio. “Se você olhar com atenção, ele está segurando uma pá sem nada na ponta”, disse à National Geographic. “Originalmente, ela estava completa, mas parecia falsa a sobreposição com o esqueleto, então apaguei e as pessoas não notam”, conta. “Rio quando alguém vem me dizer que conhece alguém que esteve lá ou até mesmo afirmam que viram tudo, inclusive o momento em que tiraram a foto”, brinca IronKite.

Outro boato mais antigo e famoso foi sobre a audição de vozes nas profundezas da terra. O Dr. Azzacov, conforme a versão, cientista conhecido apenas pelo enorme buraco que teria cavado no chão da Sibéria, ficou surpreso com a descoberta feita em 1989. Segundo o relato, aos 14.000 metros de profundidade a temperatura encontrada foi de 2.000 graus Fahrenheit (1.093 graus Celsius). Apesar de tanto calor, os cientistas conseguiram introduzir, através da sonda, um microfone e ficaram pasmos com o que escutaram. Ao analisar as fitas gravadas com os estranhos sons os cientistas ouviram gritos horríveis. Eram vozes pedindo água e misericórdia. A conclusão lhes pareceu óbvia: vem do inferno. A notícia foi publicada em vários jornais desde a Finalândia até a América. Tudo tratava-se armação para promoção pessoal e redicularização da boa-fé cristã.

Ao receber uma apresentação cheia de “boas mensagens”, música inspirativa e cenários psicodélicos, verifique se não é lixo midiático cujo destino deve ser a lixeira. Já notou que elas circulam e acabam voltando? Surgem para você perder tempo com aquelas “viagens”. Evite repassá-las. Ninguém merece.

Mesmo jornais de grande circulação possuem uma série de notícias cujo objetivo é a desconstrução da sociedade. Lembre-se que várias notícias em jornais e tele-jornais são matérias pagas. Os alvos principais são o nacionalismo e a religião. vistos com entrave para a nova ordem mundial. Este blog pretende reproduzir notícias que criem resistência e avancem sobre as portas do inimigo. Em Nome de Jesus Cristo. Amém.

#paracleto
#Revelações da Palavra
G/P
Jair

Anúncios