Quando entrei na REDUC, em 2 de janeiro de 1986, passei a procurar o grupo evangélico. Sempre reconheci a importância de um grupo evangélico no local de trabalho. Eu me converti graças ao testemunho de um estudante na Escola Técnica do Arsenal de Marinha. Iniciamos então, o grupo evangélico da Escola Técnica com dezenas de conversões. Em 1982 ingressei na Ishibrás, e logo, procurei o seu grupo evangélico.

O GERE, grupo evangélico da REDUC, já existia desde 1982. Um ano antes, o chefe do SEQUAL obteve a autorização da Superintendência para utilização do Auditório para cultos. Na década de 80, os cultos de ação de graças pelo fim de ano eram realizados com liberação de ponto no CREDUC. Pregadores tais como pr. Fanini, Paulo César Brito e outros estiveram presentes naqueles anos. O grupo era liderado pelo pr. Joaquim José da Silva Jr., hoje pastor da Igreja Batista do Campo dos Afonsos, e pelo pr. Fernando, pastor da Igreja Nova Vida de Realengo.

No início da década de 90 chegamos a ter 100 pessoas presentes nos cultos do GERE. Na mesma época, o irmão Tindô iniciou no armazém S.2 um novo trabalho com resultados impressionantes. Foram registradas dezenas de conversões. Em algumas ocasiões, fazíamos pregações ao ar-livre no Canteiro das Empreiteiras, contabilizando desenas de conversões. Até hoje, encontro colegas de trabalho que tiveram suas vidas transformadas através do poder do Evangelho.

Com a transferência do pr. Joaquim para o Edise e a aposentadoria do pr. Fernando, fui convidado a assumir a liderança do GERE. Um tempo de resistência. A REDUC iniciou um processo drástico de diminuição de
seu pessoal incluindo aposentadorias, transferências e cortes de contratados. Após período de intercessão, a Petrobrás foi milagrosamente poupada da onda privatizante do final dos anos 90. Estou convencido que
nossas orações foram ouvidas.

Em dezembro de 2000, adquirimos e distribuimos 1.500 Novos Testamentos aos empregados da REDUC. Uma nova onda de avivamento ocorreu em nossas reuniões, todas as quintas-feiras 12:20 às 13:00.

Em janeiro de 2003, fui transferido para a Gerência de Contratação do Refino, no Edifício-Sede. O ir. Fernandes, do Laboratório, assumiu a liderança. Entendi ser da vontade do Pai, onde estou até o presente momento. Aqui faço parte do GOEP, que se reúne de terça à quinta-feira na Catedral Presbiteriana. O GOEP era liderado pela pra. Sonia que após transferência para Salvador (BA), o ir. Moreira assumiu com liderança dinâmica e eficaz. Se desejar assistir algumas mensagens gravadas: http://www.goep.com.br/.