A liberdade religiosa nos permite desfrutar de um fenômeno religioso,
com dimensão cultural, ainda pouco estudado. Mais uma vez querem calar
os pregadores nos trens do RJ. É bom ressaltar que o serviço de
transporte é concessão do Estado, que deve regular a liberdade e
segurança de seus usuários.
Não acredito que o restante da população se incomode tanto quanto os
engravatados que se apertam quando o povão chega no metrô da Central.
Isto porque o Metrô enrola até hoje com obras de brinquedo com prazos
infantis. E o Governo quer vender a SuperVia para o Metrô. Se você não
sabe, no fundo pertencem aos mesmos Fundos de Pensão mesmo.
É hora do povo de Deus confrontar estes enroladores e zelar para que
os verdadeiros patrimônios culturais do Rio de Janeiro permaneçam de
pé para a Glória de Deus.

Graça e Paz,
Jair
#paracleto
#Cidade e igreja
VEJA MATÉRIA ANEXA: Cruzada contra pregadores de trem

Anúncios